Ataque de ácaros em orquídeas

fevereiro 02, 2017 Orquidário UEL 0 Comments


Na espécie Phalaenopsis é bem comum o ataque dessa praga

Phalaenopsis (Foto: Keir/ Flickr)

Um problema que vem sendo recorrente no cultivo de orquídeas, principalmente em Phalenopsis, é o ataque de ácaros. Os ácaros são uma espécie de aracnídeos diminutos, semelhantes a carrapatos e possuindo a cabeça, tórax e abdômen unidos num corpo segmentado em um tamanho muito inferior. São mais de 30.000 espécies diferentes, podendo viver até no meio aquático. Os mais conhecidos do tipo comum, existem as conhecidas aranhas vermelhas ou ácaros aranha, que formam teias, alimentando-se de folhas, e em consequência, destrói várias plantas.
Alguns tipos ácaros são relatados atacando orquídeas, porém o de maior frequência é o Tetranychus urticae conhecido também como ácaro rajado ou ainda ácaro de teia. Esse ácaro tem preferência por clima quente e seco e podem ocasionar clorose foliar, o que desencadeia a morte da planta.
Folha apresentado a praga

Os ácaros perfuram as células das plantas se alimentando do conteúdo extravasado das folhas das orquídeas, deixando as folhas com lesões com aspectos de raspagem. Essas lesão se apresentam como porta de entrada para fungos e bactérias. A contaminação das folhas por doenças fúngicas e bacterianas podem levar as plantas a morte em pouco tempo 
Imagem ampliada do ácaro rajado (Foto: Nordeste Rural)
Qual tipo de praga que faz teias nas folhas das plantas? (Foto: Minhas Plantas)

Para o controle químico dos ácaros, são indicados acaricidas que são moléculas químicas, tóxicas e precisam da receita de um Agrônomo para ser adquirido. Existem algumas receitas orgânicas para o controle, dentre elas a utilização de óleo de Nim, que é obtido através da prensagem à frio das amêndoas de sementes da arvore de Nim, a dosagem a ser utilizada, deve ser consultada no rotulo do produto conforme a indicação do fabricante.
O aumento da umidade ajuda também a combater a praga, dificultando a vida do inseto e sua proliferação.
A umidade dificulta o aparecimento da praga (Foto: Giuliana Flores) 

Fonte: Toda Biologia
            Orquidário Recreio
            Viver Orquídeas e ideias 


Você também pode gostar

0 comentários: