Pesquisa da UEL sobre rosa do deserto é destaque no Globo Rural

abril 13, 2022 Orquidário UEL 0 Comments

Estudo sobre rosa do deserto envolvendo produtor do norte paranaense e pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) é tema de matéria no programa Globo Rural do último domingo (10/4).

Os trabalhos, que têm parte do material genético fornecido pela família Takemura, duram há mais de dez anos e muitos resultados foram obtidos durante esse tempo. Atualmente, os focos do estudo são reduzir o período de desenvolvimento de novas variedades e diminuir o tamanho da planta, possibilitando o cultivo em apartamento. Esses objetivos são os assuntos principais da reportagem, que teve participação do professor Ricardo Faria e da bióloga Talita Rosa, mestranda na UEL, diretamente do orquidário da universidade. 

Essa espécie de suculenta ainda é pouco conhecida no Brasil, mas vem ganhando espaço no ramo da Floricultura como Agronegócio, área voltada para o comércio. Segundo dados do IBRAFLOR (Instituto Brasileiro de Floricultura), ela já é uma das principais flores produzidas para este fim, além da orquídea Phalaenopsis, da rosa, da violeta, da kalanchoe, do crisântemo e outras. 

Acesse o link para assistir à matéria: https://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2022/04/10/estudo-pretende-desenvolver-rosa-do-deserto-menor-que-podera-ser-cultivada-em-apartamento.ghtml

Guilherme Eduardo Morais Ferreira


Você também pode gostar

0 comentários: